Meta Tags

Postado em 01 mar 2010, categoria: Meta Tags, SEO | 2 comentários

  • Meta Tags

Meta tags são linhas de código HTML, como se fossem etiquetas, com informação de dados referentes a página. Alguns sistemas de busca dão aos conteúdos das meta tags relevância no ranking de posicionamento e a maioria deles, indexam as meta tags description e keywords como sumários da página. Se usadas corretamente ajudam a melhorar a visibilidade do site nos resultados de busca.
As meta tags são usadas para fornecer informações à todos os tipos de clientes (sistemas de buscas) e cada sistema processa somente as meta tags que entendem, ignorando as restantes. Veja por ex: as meta tags que o Google reconhece…
http://www.google.com/support/webmasters/bin/answer.py?hl=br&answer=79812
Confira abaixo as meta tags de maior importância em relação a SEO (otimização para sites de busca ) e onde são colocadas.

As meta tags são adicionadas à seção head> da sua página em HTML, e geralmente têm esta aparência:

  • !DOCTYPE html PUBLIC “-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN” “http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd”/>
  • html xmlns=”http://www.w3.org/1999/xhtml” xml:lang=”pt-br” lang=”pt-br”/>
    head>
  • title>Nesta tag deve ser inserido o título da página /title>
  • meta http-equiv=”content-type” content=”text/html; charset=iso-8859-1″/>
    (esta meta tag define o padrão Europeu ocidental, facilitando para o navegador a identificação do texto utilizado no código.)
  • Obs: Meta tags com o atributto HTTP-Equiv são equivalentes aos cabeçalhos http, controlam as ações dos browsers e são usadas para melhor especificar as informações.
  • meta name=”description” content=”nesta meta tag deve ser inserida uma breve descrição do conteúdo da página”/>
  • meta name=”keywords” content=”nesta meta tag deve ser inserida as palavras-chaves”/>
  • meta name=”robots” content=”index,follow”/>
    (informa aos mecanismos de busca para indexar a página inicial e todas as páginas nela referenciadas)
  • meta name=”robots” content=”noindex,follow”/>
    (informa aos mecanismos de busca para não indexar a página inicial, mas indexar as páginas nela referenciadas)
  • meta name=”robots” content=”index,nofollow”/>
    (informa aos mecanismos de busca para indexar a página inicial, mas nenhum link que ela contenha)
  • meta name=”robots” content=”noindex”/>
    (informa aos mecanismos de busca para não indexar a página)
  • /head>

    (…) Como qualquer ferramenta, a utilização das meta tags tem seus prós e contras, vale ressaltar que o uso consciente de suas potencialidades pode praticamente anular seu lado negativo.
    Seguem algumas dicas:
    Mantenha as meta tags simples e concisas: Descrições muito longas e palavras-chave em excesso serão ignoradas por alguns buscadores, inclusive, alguns deles indexam apenas as seis primeiras keywords. Sistemas de indexação podem também identificar o chamado “metatag spamming”, onde as palavras-chave são repetidas várias vezes, penalizando, assim, o site em seu ranking.

    Dê prioridade às palavras-chave mais importantes: Uma vez que alguns sistemas de indexação leem somente algumas das keywords é importante listar as mais importantes primeiro.
    Evite o uso da meta tag REFRESH para redirecionamento: Antigamente muito usada, hoje deve ser evitada, primeiramente porque ela tende a confundir os bancos de dados dos sistemas de indexação e depois porque confundem também ao usuário, especialmente os que porventura estejam navegando com leitores de tela.

    Não abuse das meta tags: Meta tags fornecem informações usadas para categorizar, priorizar e rankear websites além de controlar seu conteúdo pelos webmasters e/ou autores, mas este privilégio não deve ser abusado. Como dito anteriormente muitos sistemas de indexação são “inteligentes” o suficiente para perceber quando há este tipo de abuso, penalizando o site em sua colocação no ranking.
    Para o Google, elas não existem! Devido à grande quantidade de “metatag spamming” o robô de busca do Google foi programado para ignorá-las! Ele indexa parte do conteúdo da própria página em seu banco de dados ao invés da “description”.(…)

    Mais informações sobre meta tags você pode encontrar em: https://developer.mozilla.org/pt/Utilizando_meta_tags

    Se você achou muito complexo esse tema e quer aprender mais sobre meta tags e todas as técnicas de SEO (Otimização para sites de busca) inscreva-se já em nosso curso SEO

    5.00 avg. rating (99% score) - 3 votes

    2 comentários

    1. Mauricio / janeiro 16th, 2010 19:08

      Olá amigo exelente dicas! mas estou com um problemão… no google para webmasters. Conteúdos duplicados mesmo colocando nas metas tags noindex, nofollow e canônical, tirando title e etc. consta que os conteúdos estão duplicados…refiz a sitemap atualizei dia 15 de 2013 e google parou na atualização do dia 14 do 1 de 2013; alguma solução para ajudar?
      Eu revendo produtos para coleta seletiva entre outros… não tem como exp: carrinho hotelaria… é medidas uma descrição do produto e códigos apenas… não dá pra ficar inventando descrição entende…
      Qndo refiz umas páginas um susto danado… na busca orgânica uma das paginas lá em primeiro… pensei opa fiz direito tudo que aprendi nesse 1 ano que criei minha 1ª página rsss mas passou 4 dias caiu para 17º…agora estou nesse dilema onde mexer para resolver…agradeço essas dicas postadas aqui… grande abraço Mauricio

      Reply

      • Vincent Benedicto / janeiro 16th, 2010 23:16

        Quando se tem conteúdo duplicado no site use a URL canonical, ou seja, mostre ao Google apenas a página que ele deve indexar.
        EX: link rel=”canonical” href=”url da pagina principal do conteudo dupicado”
        Coloque isso em todas as páginas duplicadas.
        Espero ter ajudado.
        Vincent

        Reply

    Comente

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *